PRODEC-INFO

ADENDO-PROPOSTA COMERCIAL
1/1/2021 1

PRODEC
Fundada em 1949, na cidade de São Paulo, a PRODEC é referência nacional no setor de acabamento em alumínio com atendimento no Brasil e no Exterior. Na década de 70, começou a atuar no mercado da construção civil no processo de anodização do alumínio para fabricação de esquadrias. Em 1979, patenteou o primeiro processo de coloração eletrolítica de alumínio anodizado no Brasil. Ao longo dos últimos anos, a empresa continuou investindo em tecnologia, com aquisições como os maquinários de polimento automático e produção de acabamentos em madeira. Além disso, passou a contar, em 2009, com o processo de anodização de interferência. A PRODEC é pioneira na introdução do sistema de efeito madeira tinta sobre tinta (T/T) no país, utilizando tinta poliéster de alta resistência propiciando uma aparência estética diferenciada em diversas nuances de madeira.
NOSSA LINHA DE PRODUTOS
ANODIZAÇÃO *NÃO APLICAMOS JATEAMENTO, POLIMENTO E ESCOVAMENTO EM CHAPAS OU CURVAS
Promove a formação de uma camada uniforme de óxido de alumínio na superfície, característica que proporciona uma melhora estética à peça e a protege contra corrosão e demais ataques do meio ambiente (como ar salino), fumaça industrial, entre outros. A inspeção do material produzido deve ser realizada na mesma posição de aplicação final da peça, considerando 3 metros de distância para aplicações em ambientes interno e 5 metros para externos. Como no processo de coloração ocorre uma deposição eletrolítica de sais metálicos na camada anodica e sofre as interferências de tempera ou elementos de liga, as variações de tonalidades são normais e intrínsecas ao processo dentro de um mesmo padrão de cor, conforme Norma NBR 12609. A PRODEC utiliza padrões de tolerância, claro e escuro, para inspeção de um mesmo acabamento. Peças com riscos e atritos profundos, identificados antes do processo, serão separadas e devolvidas em natural, pois o processo de anodização pode realçar estes bem como outros defeitos de extrusão da peça. Para acabamentos polidos, jateados, escovados e interferência: faz-se necessário que, no processo de transporte, as peças sejam intercaladas com papel ou plástico, que as faces visíveis dos perfis estejam totalmente protegidas com o material de embalagem, e que as peças sejam presas firmemente nos pacotes, afim de evitar riscos ou atritos que não são possíveis de remover com o nosso polimento. Acabamento pode apresentar diferença de brilho e manchas em cavidades se aplicado em material decapado. Deve-se considerar uma perda de aproximadamente 2,5 cm de cada ponta do perfil.
PINTURA
Atende aos requisitos da Qualicoat. As tintas utilizadas possuem composição estável e são formuladas para atingir padrões de altíssima qualidade, compatíveis com produtos sofisticados e de alta tecnologia. São fabricadas em diversas cores com acabamento brilhante, fosco, perolizado, texturizado, entre outros. Desvios em nuances de cor entre os perfis do mesmo lote ou entre o lote beneficiado e a amostra fornecida podem ocorrer dentro das tolerâncias habituais. Deve-se considerar perda de aproximadamente 2,5cm de uma das pontas do perfil.
CORES TEXTURIZADAS - Superfícies pintadas podem variar de textura conforme a variação de camada. Esta camada pode variar conforme o grau de dificuldade de aplicação da tinta no perfil devido sua geometria, ocasionalmente não proporcionando boa penetração nem alastramento, sendo assim, a superfície pintada pode apresentar aspecto cascudo e leves crateras quando os perfis apresentarem lados visíveis de difícil aplicação da tinta.
CORES METALICAS - Devido a variação das partículas do pigmento metálico, informamos que a cada lote pode ser percebido uma leve diferença no aspecto metálico. Atende os requisitos da Qualicoat, exceto item referente à Resistência a Argamassa. Manchas podem ocorrem, ocasionando exclusão da garantia, nas seguintes situações: • A utilização de processos mecânicos ou abrasivos na superfície dos perfis que foram revestidos com tintas em pó metálicas ou perolizadas, pois estes processos eliminam estes pigmentos da superfície das peças; • Material embalado com plástico, papelão ou ambos e foram molhados pela chuva ou água corrente com posterior vaporização da umidade; • Houve contato do material com produtos ácidos ou álcalis
EFEITO AÇO OXIDADO - Tem como proposta simular o efeito ocasionado pela oxidação (ferrugem) em aço.
AÇO CORTEN - matéria-prima composta de três diferentes tintas de granulometrias distintas, distribui-se de forma irregular na superfície do alumínio contribuindo para essa variação de nuances de cor. Sendo assim, poderá ocorrer diferença de tonalidades tanto para diferentes lotes quanto para materiais do mesmo lote. A tinta aplicada neste acabamento é microtexturizada, não proporcionando boa penetração e alastramento, ocasionalmente, a superfície pintada pode apresentar aspecto cascudo e leves crateras quando os perfis apresentarem lados visíveis de difícil penetração de tinta.
CORTEN TEXTURIZADO - Por se tratar de uma cor sólida é opção para obter uma cor próxima à oxidação (ferrugem) em aço com uniformidade e sem a variação de nuances proporcionada no acabamento AÇO CORTEN.
PREMIUM CORTEN - Outra forma de simular o efeito próximo da oxidação (ferrugem) em aço, diferente das variações de nuances do AÇO CORTEN e das cor sólida do CORTEN TEXTURIZADO, este acabamento oferece imagem com distribuição regular obtido pelo processo de sublimação. Esse acabamento é inadequado para fins de colagem de vidro.
MADEIRA SUBLIMAÇÃO
Após receber a pintura base com uma tinta desenvolvida especialmente para este acabamento, o perfil é embolsado em um filme plástico especial, no qual estão aplicados os desenhos do tipo da madeira selecionada. Em cavidades profundas poderá ocorrer falha no efeito madeira, por exemplo, trilho de portas de correr e janelas. Por não atender o teste de aderência de componentes seladores, não deve ser utilizado para fins de colagem de vidro. Para chapas, curvas e miúdas, antes do envio do lote é importante testar uma peça pelo menos para avaliação da viabilidade processo. Considerar uma perda de aproximadamente 2,5 cm de um ponta do perfil.
MADEIRA TINTA SOBRE TINTA
A decoração obtida pelo acabamento de tinta sobre tinta é feita através da utilização de um rolo de impressão de tela contendo o desenho do veio da madeira. Quanto mais próximo este rolo estiver da superfície a ser decorada, melhor a definição do desenho sobre esta superfície. Sendo assim, perfis que possuem superfícies com curvaturas, cavidades ou relevos apresentarão um acabamento com veio mais difuso, onde quanto maior o desnível da superfície menor a definição deste veio, podendo apresentar diferença de tonalidade devida esta difusão. Perfis com cavidades muito profundas podem apresentar a ausência do veio nas quinas destas cavidades. Não aplicável em curvas e chapas dobradas. Considerar uma perda de aproximadamente 3,0 cm de cada ponta do perfil.
OUTROS
BICOLOR - Pintura de um lado, anodização do outro (Não aplicável em face anodizada com camadas de classe A18 ou A23)
"CHAPAS² - Será considerado como lado aparente da chapa, o que vier com a película protetora. Chapas devem vir em engradados com peso máximo de 300 kg, embaladas com intercalação individual. Chapas visivelmente amassadas serão separadas e devolvidas sem acabamento. As chapas terão duas marcas em cada extremidade no sentido vertical de aproximadamente 30 mm. Pode ser necessária furação da peça no processo de pintura. Chapas com espessura de 3mm não são recomendas para dobras, após os serviços de pintura, podendo sofrer quebra e fissuras da tinta no local das mesmas.
PEÇAS MIÚDAS² - Não nos responsabilizamos pela perda de peças miúdas no processo, devido à dificuldade de fixação das mesmas."
²-Antes do envio do lote, é importante ser efetuado o processo em pelo menos uma peça para avaliação dos serviços.
LOGISTICA - CARGA E DESCARGA
Horário para Recebimento e Expedição: 2ª a 5ª feira das 7h às 15h / 6ª feira das 7h às 14h
Trazer ajudante (fora o motorista). Evitar o envio de cargas superiores a 1.000kgs em caminhão baú, pois motorista e ajudante andam sobre a carga (pisoteando os perfis). Trazer madeiras ou outro material que possa ser utilizado para forração do assoalho e proteção das guardas laterais. (Necessário também para caminhão baú). Sem o material para proteção, não faremos o carregamento (somente com autorização por escrito do cliente responsabilizando-se por eventuais danos). O material deverá estar separado por acabamento (volume, NF, romaneio), o não cumprimento impacta no prazo de entrega acordado. Qualquer divergência na entrada do material, detectada na conferência, deverá ser resolvida por cliente/fornecedor. Na falta desta resolução, o material não será encaminhado para produção comprometendo o prazo de entrega acordado.
FISCAL
OPERAÇÃO TRIANGULAR - TROCA DE NF
"Quando o fornecedor enviar a NF por conta e ordem do cliente (proprietário do material), precisamos que o proprietário do material emita, contra a Prodec, uma NF de remessa com o CFOP 5949. Esta NF de remessa é exigida na operação triangular conforme a legislação vigente de São Paulo. Esta NF é solicitada ao proprietário da mercadoria, pois é desta forma que o mesmo informa que está ciente de que o material dele seguiu para aquele industrializador. O serviço solicitado não será concluído enquanto não ocorrer o recebimento da NF de simples remessa, podendo incorrer em atraso no prazo de entrega devido à impossibilidade de incluir o lote divergente em programação de produção. Sendo assim, o prazo para entrega do material será considerado a partir da recebimento da NF simples remessa. Após 180 (cento e oitenta) dias em que material estiver em nosso poder, o cliente deve emitir uma NF complementar de ICMS, devido ao término do prazo de suspenção da tributação de ICMS conforme RICMS/SP, caso o mesmo não tenha solicitado prorrogação de prazo perante ao fisco. “A não retirada do material no prazo de 30 (trinta) dias após a comunicação de finalização dos serviços acarretará a perda da propriedade por abandono, nos termos do inciso III do artigo 1275 do Código Civil Brasileiro.”
"
"Tributação
" A operação de “Remessa para Industrialização”, prevista nos 402 e seguintes do RICMS-SP, não se aplica quando (i) o Encomendante caracterizar como “não contribuintes” e/ou consumidores finais e (ii) quando o objeto de beneficiamento for bens do ativo permanente.
Artigo 402 - O lançamento do imposto incidente na saída de mercadoria com destino a outro estabelecimento ou a trabalhador autônomo ou avulso que prestar serviço pessoal, num e noutro caso, para industrialização, observado o disposto nos artigos 409 e 410, fica suspenso, devendo ser efetivado no momento em que, após o retorno dos produtos industrializados ao estabelecimento de origem, autor da encomenda, por este for promovida a subsequente saída dos mesmos produtos
"Nas operações nos quais os clientes se caracterizarem como “não contribuintes de ICMS” ou “consumidores finais”, configurar-se-á uma operação de prestação de serviço de beneficiamento, sujeito somente à incidência de ISSQN, de competência municipal, nos termos da Consulta Tributária da SEFAZ-SP nº 932/2012.
Assim, informa a PRODEC que, nestes casos, somente irá receber em seu estabelecimento produtos acompanhados de Nota Fiscal sem destaque do imposto, com a descrição da natureza da operação “Saída de Mercadoria para Emprego na Prestação de Serviço sujeita a ISSQN (beneficiamento)”, com o CFOP x.949, com fundamento no artigo 127 do RICMS/2000, indicando no campo ""Informações Complementares"" de todas os dados relativos ao serviço que será prestado e, ainda, a observação de que se trata de operação fora do campo de incidência do ICMS, mencionando o inciso VIII ou XIV do artigo 7° do RICMS/2000, bem como o subitem 14.05 da Lista de Serviços anexa à Lei Complementar nº 116/2003."
GARANTIAS - AS ORIENTAÇÕES CONSTANTES DESTE TERMO DE GARANTIA DEVERÃO SER REPASSADAS AO CONSUMIDOR FINAL
"ANODIZAÇÃO - 10 anos de garantia revestimento anódico contra corrosão atmosférica, e solidez a luz, dentro dos limites especificado na norma ABNT NBR 12609, e atende seus testes de conformidade conforme a NBR 12609 - “Anodização para fins Arquitetônicos”; NBR 12610 - “Determinação da espessura da camada pelo método Eddy Current”; NBR 12612 - “Resistência da camada anódica colorida Intemperismo acelerado”; NBR 12613 - “Determinação da qualidade de Selagem por absorção corantes”; NBR 9243 - “Determinação da qualidade da Selagem por perda de massa”. A garantia de 10 (dez) anos, está condicionada a uma limpeza periódica, utilizando detergente neutro a 5% em água, aplicado com esponja macia, seguido de enxágue, conforme tabela de classes: A13 (de 11 a 15 micras) instalado em ambiente urbano/rural - limpeza a cada 18 meses; A18 (de 16 a 20 micras) instalado em ambiente litorâneo, limpeza a cada 12 meses; A23 (de 21 a 23 micras) instalado em ambiente industrial/marítimo - limpeza a cada 6 meses.
"
Exclusões da Garantia 1. Por manchas e descoloração localizadas nos casos em que houver evidencia que: a. Foram causadas por produtos químicos, ou produtos de limpeza inadequado, agressivos a camada anódica, em desacordo com a norma ABNT NBR 12609; b. Foram utilizados produtos abrasivos para remoção de respingos de tinta, sobre a esquadria anodizada, em desacordo com a norma ABNT NBR 12609; c. Foram causadas por produtos de construção, tais como: argamassa, cimento, massa de reboco e resíduos aquosos destes materiais (infiltração de laje), bem como produtos ácidos, utilizados em limpeza de fachadas e pisos cerâmicos, em desacordo com a norma ABNT NBR 12609. 2. Corrosão por pitting quando houver evidência que: a. Foi iniciada em locais onde houver fissuras na camada anódica, devido a batidas localizadas; b. Não houve limpeza periódica conforme indicado na norma ABNT NBR 12609, ou em locais onde houve acúmulo de sedimentação de maresia por limpeza inadequada; c. Foi causada por produtos químicos, ou produtos de limpeza inadequados, agressivos a camada anódica conforme mencionado na norma ABNT NBR 12609; d. Quando a camada anódica especificada for inadequada ao recomendado para seu ambiente típico, conforme indicado na Norma ABNT NBR 12609; e. Quando o local for de excessiva agressividade, fora dos ambientes típicos normais de garantia, tal como, fabrica de produtos químicos com condensação ácida. 3. Se a liga do alumínio não for a indicada para uso arquitetônico conforme especificado na norma ABNT NBR 12609. 4. Quando houver evidência que nosso material foi misturado com de outro fornecedor de beneficiamento.
"PINTURA - SUBLIMAÇÃO - TINTA SOBRE TINTA - 10 anos de garantia sobre seu revestimento orgânico em pintura Poliéster contra corrosão atmosférica, calcinação e solidez a luz dentro dos limites especificados pela norma, ABNT NBR 14125 e estando em conformidade com testes conforme NBR 14905 - resistência a névoa salina (Salt Spray); NBR 14127 - resistência a impacto; NBR 14682 - aderência úmida (panela de pressão); NBR 12610 - medição da espessura de tinta no metal; NBR 14126 - medição do brilho da tinta (Gloss. Meter); NBR 14615 - dobramento (Mandril cônico); NBR 14622 - aderência seca (corte cruzado); NBR 14850 - intemperismo artificial acelerado (UV); NBR 14904 - intemperismo natural; NBR 14849 - dureza comparado ao grafite; NBR 14901 - determinação da resistência à corrosão acelerada- Método Machu; NBR 14128 - resistência a Abrasão do revestimento orgânico- Método Taber. Obs. Estes testes atendem as exigências de conformidade da Qualicoat. A garantia de 10 (dez) anos, está condicionada a que se proceda uma limpeza periódica, utilizando detergente neutro a 5 % em água, aplicado com esponja macia, seguido de enxágue, conforme ambiente de instalação: urbano/rural - a cada 12 meses; marítimo/industrial - a cada 3 meses.
"
"Exclusões da Garantia: 1. Corrosão filiforme, nos casos em que houver evidências que: a. O fabricante de esquadria não protegeu o alumínio exposto com silicone neutro, junto aos locais de usinagem. b. A corrosão iniciou em cantos ou locais onde o perfil sofreu batidas, ocasionando trincas ou remoção da pintura. c. Não houve limpeza periódica da esquadria, de acordo com ambiente típico e frequência de limpeza indicada na norma ABNT NBR 14125. d. Foram utilizados produtos de limpeza inadequados ou as esquadrias sofreram ataques químicos (cloro, soda, ácido, etc.), em desacordo com a norma ABNT NBR 14125. e. Houve autorização previa para que fosse realizada a pintura sobre outra camada de pintura não realizada na Prodec. 2. Manchas ou descoloração localizadas nos casos em que houver evidência que: a. Foram utilizados produtos químicos inadequados para limpeza das esquadrias pintadas tais como: solvente, cloro, etc., em desacordo com a norma ABNT NBR 14125. b. A mancha foi provocada por produtos abrasivos ou solventes utilizados para remoção de respingo de outra tinta, sobre a esquadria pintada. c. Resíduo aquoso proveniente de infiltração de laje. d. Material foi embalado com plástico, papelão ou ambos e molhados pela chuva ou água corrente com posterior vaporização da umidade. e. Houve contato do material com produtos ácidos ou álcalis. f. A tinta utilizada para a pintura foi fornecida pelo próprio cliente. 3. Corrosão por pitting, nos casos que houver evidências que: a. O local da esquadria que sofreu a corrosão, existe acúmulo de sedimentação de maresia ou sujeira por falta de limpeza periódica, mesmo que o restante da janela tenha sido limpo. b. Foram utilizados produtos químicos agressivo a pintura, conforme mencionado norma ABNT NBR 14125. c. Houve autorização previa para que fosse realizada a pintura sobre outra camada de pintura não realizada na PRODEC. 4. Se a liga do alumínio não for a indicada para uso arquitetônico, conforme especificado na norma ABNT NBR 14125. 5. Houver evidências que o nosso material foi misturado com de outro fornecedor de beneficiamento. 6. Quando a atmosfera do local onde foi instalada a esquadria ser altamente agressiva, isto é, fora das condições normais do Ambiente Típico, tais como: atmosfera agressiva de uma fábrica de produtos químicos (condensação ácida) ou próximo a porto marítimo com carregação de minério.
"

Voltar